Por que eu não tive sucesso no processo seletivo?



Muitas pessoas ao lerem a descrição da vaga no momento da candidatura sentem como se elas fossem feitas para atuar naquela empresa em especial. Então, elas se candidatam na vaga, se enchem de esperanças e expectativas. Porém, após a entrevista não são chamadas. E agora? O que pode ter acontecido?

Devemos sempre lembrar que muitas pessoas passam por processos seletivos todos os dias e que nem todas as pessoas podem ser aproveitadas para todas as vagas, afinal, cada oportunidade é única e possui suas especificidades. Mas existem algumas razões não tão óbvias que podem ter prejudicado você durante o processo seletivo. Nós da Psicoespaço queremos te ajudar. Então fique atento se...
 
… o seu cadastro não está atualizado como seu currículo
 
Lembre-se que o entrevistador vai conferir com você durante a entrevista o que você colocou no seu currículo e no seu cadastro e que os entrevistadores sabem como encontrar rapidamente as inconsistências entre o que você diz com o que está no currículo e com o que está no seu cadastro.

Estar com o cadastro desatualizado é um erro comum e geralmente inocente, mas que pode te custar a vaga. A solução para isso é simples: atualize o seu cadastro no mesmo dia que atualizar o seu currículo, assim você consegue manter os dois atualizados.
 
… você esqueceu de desligar seu celular
 
Logo quando você chegar na recepção, já desligue o celular e o deixe guardado na sua bolsa. É melhor não arriscar. Vai que seu celular vibra no meio de uma pergunta da entrevistadora?
 
Além do mais, você acaba não passando uma imagem profissional de você mesmo se estiver no celular quando a entrevistadora te chamar para a entrevista. Então, desligue o celular ao entrar na recepção e previna-se de situações embaraçosas.
  
… você se acomodou
 
Imagine o seguinte: uma profissional já está atuando numa empresa por certo tempo, se acostumou com o serviço e por fim acabou por negligenciar o seu próprio desenvolvimento profissional. Isso soa familiar?

Realmente a lealdade ao que você faz é uma qualidade nobre, mas não que isso interfira no seu próprio desenvolvimento profissional e pessoal. Se você não está acompanhando as mudanças tecnológicas e as mudanças do seu setor de atuação, você pode ser considerada irrelevante para potenciais empresas contratantes. Por isso é importante que você se atualize. Além disso, se faz igualmente importante que você desenvolva as habilidades que impactam diretamente na sua atividade atual, ou senão você não demonstra nem motivação pela sua carreira nem pelo seu atual emprego.
 
… seu currículo não demonstra seus resultados
 
O seu currículo é do tipo que mostra somente suas atribuições e não menciona nenhum dos seus resultados e conquistas? Está na hora de mudar!
 
Recrutadores estão procurando profissionais que alcancem resultados. Eles querem ler fatos, números que mostrem o quanto você realizou nas empresas que você já atuou. Por exemplo, ao invés de dizer que na sua última experiência profissional você precisava ser criativo para gerar lucro, demonstre isso com algum fato que considere importante para este aspecto. Isso enriquece seu currículo e também a entrevista.
 
 … suas emoções não te permitiram realizar uma boa entrevista
 
Nós dois sabemos que entrevistas de emprego geram ansiedade e por isso você deve ser o mais natural e espontâneo possível, passando confiança durante a entrevista. Afinal, se você não tem confiança em si mesmo, como que o entrevistador terá confiança de que você é o profissional que tem o perfil para aquela vaga?
 
O melhor conselho que posso te dar é: esteja preparado para que no momento da entrevista não fique tão ansioso. Entre no site da empresa, conheça as suas histórias e antecipe algumas perguntas que você acredite que possa ser questionado durante a entrevista, sempre lembrando de ser objetivo nas respostas e de dar exemplos que possam demonstrar as suas habilidades relevantes ao cargo. No dia da entrevista, chegue antes do horário combinado e respire fundo.
 
 … você não respondeu bem quanto às suas habilidades
 
Muitos entrevistadores vão te perguntar sobre suas quais habilidades você precisa desenvolver e eles esperam uma resposta honesta. Não é bom tentar pintar de fraqueza um ponto forte, porque assim você se demonstra arrogante. E não é isso o que você quer passar durante a entrevista, não é mesmo?

Responda com sinceridade e seja breve. O que os entrevistadores estão procurando é saber se você sabe avaliar suas habilidades e se você tem a disposição para tomar atitudes para seu próprio desenvolvimento pessoal.
 
… suas fotos são inapropriadas
 
Entrevistadores olham suas redes sociais públicas, como por exemplo, o seu LinkedIn. Então, assegure que eles não encontrem fotos inapropriadas, como fotos com roupas de banho ou com bebidas alcoólicas. Tenha a certeza de que sua rede social é uma vitrine de quem você é, então tome cuidado com sua imagem e como você se posiciona nas redes.
 
… você cometeu erros de português
 
Muitos candidatos cometem deslizes quando estão digitando e isso pode impactar o seu sucesso. Então, antes de enviar um e-mail, o seu currículo ou de finalizar o seu cadastro, releia tudo o que você digitou. Corrija os erros de digitação, de concordância e de pontuação. Além disso, fuja de gírias, porque elas não vão ajudar você a se destacar como profissional.
 
Tome cuidado. Tudo será analisado e levado em consideração durante o processo seletivo. Por isso é importante que você não se atrapalhe e potencialize a sua performance. O que falamos aqui são erros comuns que dificultam você a ser contratado. Então, revise seu currículo, seu cadastro e também suas atitudes. Assim, quem sabe, você finaliza o processo com sucesso.
 
Victor Azevedo
Equipe de Marketing e Comunicação
Psicoespaço Ltda.



Copyright Psicoespaço
Rua Capitão Domingos Correa da Rocha, 80/405 - Edifício Master Place, Bairro Santa Lucia, Vitória ES
Cep.: 29056-915
Telefones: (27) 3325-9924 | (27) 98895-8293 | (27) 98895-8294 | (27) 98895-8295

Faça parte de nossas
Redes Sociais!

Facebook da Psicoespaço Orkut da Psicoespaço Twitter da Psicoespaço Linkedin da Psicoespaço
design by: